Karatekas no Campeonato Panamericano 2017
Logo da JKS em preto e transparência

Sobre a JKS

Conceito

O maior foco do karate-do como arte marcial é construir o caráter do indivíduo. Significa que o duro treinamento de karate une a mente e o corpo em uma forma de infinito auto-desenvolvimento. Assim sendo, a prática diária do karate não deve ser dedicada somente a superioridade de técnica e potência, mas para nutrir respeito mútuo entre os estudantes, independente de idade e gênero.

A Japan Karate Shoto Federation (JKS) organiza o treinamento de seus estudantes levando em consideração seu nível de proficiência em karate e seus objetivos pessoais. Com seu novo lema: “Karate para a vida toda”, a JKS promove e expande a arte das mãos vazias entre diferentes idades e grupos sociais, visando melhorar a sociedade como um todo.

Origem da JKS

A Japan Karate Shoto Federation (JKS) deve sua existência a três grandes fundadores: Ginchin Funakoshi, Masatoshi Nakayama e Tetsuhiko Asai. Atualmente, s intenções de nossos predecessores foram assumidas por nosso atual Instrutor Chefe, Shihan Masao Kagawa. Graças a seus esforços, a Japan Karate Shoto Federation continua a crescer e prosperar.

Ginchin Funakoshi, fundador do estilo Shotokan de Karate,o trouxe de Okinawa para a ilha principal do Japão em 1922. Ele adaptou a arte original do Tode Jutsu em karate-do para equiparar a arte marcial padrão do Japão, o Budô, tornando-o assim cabível para os currículums de universidades na ilha principal do Japão.

Após a Segunda Guerra Mundial seu discípulo, Matasoshi Nakayama, havia desenvolvido significantemente o karate do Sensei Funakoshi. A repetição de movimentos com o instrutor era o método básico do Karate de Okinawa. Ao tornar essa abordagem sistemática, Sensei Nakayama padronizou as técnicas fundamentais, adotando treinamentos com base científica e regras estabelecidas para competições. Todas essas inovações criaram a base do karate atual.

O Chefe Instrutor anterior da JKS, Sensei Tetsuhiko Asai, herdou o karate moderno do Sensei Matasoshi Nakayama e o deu uma nova perspectiva. Em 2000, Sensei Asai estabeleceu a Japan Karate Shoto Federation (JKS), com o intuito de desenvolver a evolução do Budô Karate. Ele criou uma série de novos katas singulares, praticados apenas pelos membros da JKS. Eles formam a série de katas Junro, de Shodan a Godan, além de 17 Koten kata. Ele implementou ainda a inovadora e desafiadora prática de karate em cadeira de rodas, para pessoas com mobilidade reduzida.

Sensei Asai enriqueceu o Karate-do através de movimentos de intensa rotação e que usavam os membros como chicotes. Sua visão do Budô karate tem sido projetada nos Junro e Koten katas, que representam poderosas técnicas através de total controle sobre os movimentos do corpo. Estando seriamente doente, o Sensei Asai com 71 anos era capaz de demonstrar velocidade e potência de tirar o fôlego. Ele afirmava que mesmo pessoas de idade avançada, com força muscular enfraquecida, são capazes de produzir movimentos explosivos, podendo ser um soco ou um chute. Após Sensei Tetsuhiko Asai falecer, Shihan Masao Kagawa assumiu a responsabilidade de Chefe Instrutor da JKS.

O conceito do Shihan Kagawa baseia-se no desenvolvimento de métodos para vitória do Karate Shotokan tradicional em competições internacionais. Assim sendo, os princípios fundamentais de implementação de dinâmica e potência foram adaptados para prática de competições internacionais. Após certo tempo em testes, essa abordagem resultou em uma fórmula vitoriosa.

Fundido por Shihan Kagawa, a força do Budô e aspiração a vitória em torneios afirmam a base do desenvolvimento do Karate moderno.